quarta-feira, 27 de junho de 2012

Entrevista de 1990 com Elza Pires, mãe da atriz Gloria Pires

Dona Elza Pires relembrou com exclusividade ao jornal 'O Globo' em 1990 sobre o início da carreira da filhota Gloria Pires. Na foto Elza Pires paparica a filha famosa e a netinha Cleo Pires.



Jornal/Revista: O Globo 
Data de Publicação: 13/5/1990

A 'minicantora' virou atriz

"Por favor, pare agora, Senhor juiz, pare agora...''. A lembrança da filha Gloria Pires, aos 3 anos, cantando este sucesso gravado por Wanderléa, além de outros de Roberto Carlos, sempre com a voz afinadinha, fazia D. Elza pensar que seria mãe de uma cantora.
Mas, um ano depois, numa visita aos estúdios da extinta TV Excelsior, em São Paulo, a menina se apaixonou pelos cenários da novela "A muralha", em que seu pai, o ator Antônio Carlos, trabalhava e queria porque queria ficar morando ali, já dando mostras de que seria atriz:

 - Tanto a Gloria quanto a sua irmã Linda não foram muito levadas e também não me deram trabalho em relação aos estudos. E a Glória já nasceu artista. Depois que o Dionísio Azevedo a chamou para atuar na novela "A pequena órfã", não houve mais quem a tirasse da TV.


Porém, esperta demais, algumas vezes Glorinha deixou D. Elza sem jeito:

- Ela sempre tinha alguma resposta na ponta da língua. Certo dia, numa reunião de amigos, Mauro Mendonça, Gonzaga Blota e Canarinho começaram a perguntar o que ela seria quando crescesse e ela respondia: "Eu não vou ser, eu sou uma atriz." Até que, na terceira, não resistiu e disse: "Vou ser uma salsicha. Aliás! Adulto é muito chato!" Outra vez, quando, a Natália Thimberg fazia par com o Antônio Carlos numa novela, Glorinha perguntou a ela: "Você não se importa de ser minha mãe?"


Dizendo ter uma grande cumplicidade com a mãe e também com a filha Cleo, de 7 anos, Gloria Pires não esquece uma decisão que tomou na pré-adolescência e em que, como na maioria das vezes, teve o apoio de D. Elza:

 - Aos 12 anos quis parar de comer carne e ela deu a maior força, sempre inventando pratos especiais, com soja e os mais variados cremes. 


Hoje, ao ver a filha alcançando o sucesso na carreira que sempre desejou seguir, D. Elza fica radiante e lembra a segunda novela que ela fez, a primeira versão de 'Selva e pedra", quando, aos 8 anos, chegou às duas da madrugada em casa, após a gravação do casamento de Fernanda (Dina Sfat), e disse: "Esta é a minha profissão, estou me realizando."


 - Fico muito gratificada, pois a Glória lutou muito para chegar onde chegou. Ela é muito caxias. Do "Chico City", por exemplo, não queria sair do elenco para não ser esquecida. Toda noite agradeço por ela estar conseguindo suas vantagens na carreira, ou melhor, seus direitos.



Fonte:
Foto: Acervo cedido por Joana Hage
TV Pesquisa PUC-Rio

6 comentários:

Unknown disse...

Adoro esta atriz , para eu ela ela nota mil, gostaria muito um dia conhece la pessoalmente , beijos Gloria

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Muito bacana essas relíquias do Memorial S2.

Elizeu Almeida

JORGE RAPHAEL disse...

Que legal poder ver essa reportagem depois de tanto tempo.

JORGE RAPHAEL disse...

Que legal poder ver essa reportagem depois de tanto tempo.

Suzana Velk disse...

Atriz consagrada amada pelo público mãe amada linda esposa , uma linda mulher ❤️❤️❤️❤️❤️❤️