sábado, 18 de dezembro de 2010

Cultura: Leiam 'A Taça' de Edward Coate Pinckney

Amigos,
Pegando um 'gancho' com a frase que Karine Veiga usou em seu depoimento sobre a Gloria Pires estou divulgando a poesia completa que foi escrita por Edward Coate Pinckney como uma homenagem a Glorinha que estará de volta nas novelas em 'Insensato Coração'. Vale a pena ler.

.

A TAÇA
Edward Coate Pinckney

"A minha taça ergo; em louvor
daquela em quem é tudo belo,
e para todas as mulheres
serve, parece, de modelo;
pois dos melhores elementos
e das estrelas recebeu
forma tão linda que é, como o ar,
menos da terra do céu.

Tudo o que diz é musical,
como, na aurora, a voz das aves.
E no que fala há algo mais
que as melodias mais suaves
algo que é a voz do coração
e de seus lábios sempre cai,
tal como a abelha, carregada
de doce mel, das rosas saí.

São seus afetos pensamentos
marcando as horas que se vão;
Seus sentimentos têm fragrância
maciez de flores em botão
e ela parece tanto a empolgam
paixões e amores, tão mudados
ser, vez a vez, imagem deles
ídolos de anos já passados.

Da linda face, um breve olhar
grava na mente uma impressão;
e o eco eterno de sua voz
nunca sairá do coração;
mas a lembrança como em mim
dela ficou é tão querida
que, ao ver a morte, a última queixa
é por perdê-la e não à vida

A minha taça ergo, em louvor
daquela em quem é tudo belo
e para todas as mulheres
serve, parece, de modelo.
A ela, um brinde. E se na terra
Outras houvessem a ela iguais,
seria a vida só poesia
e o tédio um nome e nada mais."

2 comentários:

Karine Veiga disse...

arrepiei lendo! lindooooo feito pra glorinhaaaa!

Karine Veiga disse...

Quando ví esse poema, tava sendo recitado pelo Fagundes na novela por amor!! ♥ show!